Divulgar sites em buscadores: Como o Google funciona?

Divulgar sites em buscadores: Como o Google funciona?

As ferramentas de buscas, na maioria dos nichos, são as grandes responsáveis pelo tráfego dos sites. Divulgar sites em buscadores é obrigatório para que ele “exista” e sua presença online seja completa e eficaz.

No artigo anterior, eu escrevi sobre PRESENÇA ONLINE, se você ainda não compreende claramente o que isso significa, indico ler antes. Clique aqui para ler.

Pode ser muito fácil divulgar sites em buscadores quando pensamos em Anúncios Pagos. Você paga e eles colocam seu site na primeira página. Mas isso pode ser arriscado e custar o futuro da sua empresa.

Aí você pode perguntar: Mas como posso divulgar sites em buscadores sem investir em anúncios pagos?

É claro que nada é tão simples e fácil assim. É igual comparar uma viagem de ônibus e outra de avião. Enquanto uma viagem de avião de Santa Catarina a São Paulo você leva 50 minutos, de ônibus você leva 14 horas, porém um você paga em média R$ 600 ida e volta e o outro R$ 240 ida e volta. Lembrando que os dois chegam ao mesmo destino.

Esse exemplo é real quando aplicamos em divulgar sites em buscadores. Se você não quer ou não pode investir, trabalhe, e duro para que seu site apareça na primeira página.

Antes de explicar alguns tópicos falando do que o site precisa para aparecer no Google de forma Orgânica (sem pagar nada), eu preciso te explicar como a maioria dos buscadores trabalham.

Para facilitar nossa conversa (pois para mim é como se fosse), vou sempre nomear “buscadores” com Google, inclusive todas as dicas que eu irei citar aqui.

 

COMO O GOOGLE FUNCIONA

Para divulgar sites em buscadores sem investir um real, é necessário conhecer o que existe por de trás de cada um. Hoje vamos entender como o Google funciona, até por que ele detém 97% das buscas no mundo.

É claro que a Google sendo uma empresa, precisa de faturamento, e não iria facilmente repassar os mais de 300 parâmetros que possui em seu código para definir se um site aparece na primeira página ou não. De uma coisa sabemos: O foco do Google é no usuário. O Google quer entregar resultados excelentes aos usuários, logo busca conteúdo relevante para entregar a eles.

As informações que obtemos atualmente são de pesquisas e testes executados a cada 30 dias, aos quais definimos os parâmetros.

O buscador do Google nada mais é do que um servidor gigante que armazena informações de sites. Muitas pessoas imaginam que o Google busca as informações no “mundo virtual”, e em seguida fornece ao usuário uma resposta. Ele faz isso sim! Mas não dessa maneira.

O Google possui robôs que “navegam” a web a todo o momento. Navegando sobre a web, ele analisa em quais sites precisa capturar informações. Existe um arquivo chamado sitemaps.xml, onde é ele quem avisa ao robô quais informações ele deve capturar e a periodicidade dessa captura. Por exemplo: é possível indicar ao robô que a página “home” pode ser capturada as informações a cada semana, e a página fale conosco a cada mês. – logo, seu site precisa obrigatoriamente ter este arquivo. Ao identificar o que é preciso capturar, o robô colhe as informações necessárias.

Ao colher essas informações, o robô as leva imediatamente para os servidores onde elas serão armazenadas, que de uma forma ordenada serão arquivadas. É exatamente nesse ponto que entra parte das técnicas de SEO. Por isso, quando feito de forma correta seu site é armazenado de um modo bem organizado e eficaz, assim facilitando os trabalhos de busca em uma pesquisa feita por um usuário.

Um exemplo prático é: Imagine eu pedir que você abra a Bíblia Sagrada em Atos 9:39, e na sua Bíblia não existe qualquer tipo de organização, nem títulos e páginas. Com certeza você não irá encontrar ou demorará um bom tempo, aproveitando-se dessa analogia, é essa dificuldade que o Google irá ter se o seu site não for organizado para mecanismos de busca.

O que define se seu site irá aparecer na primeira página ou não, é outra história.

Até aqui você compreendeu? Se sim, prossiga! Caso não, você pode entrar em contato aqui (clique aqui), e nós podemos te explicar de forma ainda mais detalhada.

 

3 FUNDAMENTOS BÁSICOS PARA APARECER NA PRIMEIRA PÁGINA DO GOOGLE

Eu vou te explicar de uma maneira direta e básica, 03 fundamentos para que seu site apareça nas primeiras páginas do Google sem investir qualquer valor.

É claro que existem muitos, mais muitos fatores que irão determinar e contribuir para isso acontecer, mas, basicamente se seguir estes três passos você provavelmente conquistará um lugar privilegiado.

 

PRIMEIRO FUNDAMENTO: CONTEÚDO

As últimas pesquisas indicaram que o fator que mais torna seu site “relevante” é o conteúdo.

E como eu já falei, conteúdo é diferente de informação e descrição, não se esqueça disso. Uma página sobre a empresa, sobre os produtos, não tornam seu site relevante.

Você precisa de um BLOG.

É através do blog onde você postará seus conteúdos relevantes. É claro que você não vai sair por aí escrevendo qualquer coisa sobre qualquer assunto. Antes você precisa criar uma linha editorial, saber ao certo qual exatamente é o problema do seu público alvo e qual a solução para o problema, que com certeza você já deve saber e ser um especialista no assunto.

Nesse artigo não vou me aprofundar sobre artigos para blog, pois isto é assunto para um outro artigo que eu já comecei a escrever.

Nosso E-book Gratuito Explica com detalhes os 5 Passos Para Aumentar As Suas Vendas Usando a Internet! Faça O download Agora >>FAÇA O DOWNLOAD AQUI<<

Mas para não deixar você no “vácuo”, eu vou lhe dar 5 dicas básicas:

  1. Escreva como se estivesse conversando com alguém;
  2. Não use termos técnicos e complicados;
  3. Seja o mais claro possível na entrega do que prometeu;
  4. Seu artigo deve conter no mínimo 800 palavras;
  5. Organize bem as ideias usando títulos, subtítulos, marcadores.

Lembra as redações que você fazia na escola? Siga o que a professora sempre falou: “começo, meio e fim”. É assim que deve ser a estrutura básica do seu artigo.

Se você nunca escreveu um artigo, a dica que eu lhe dou é: Comece! Eu vou adorar se antes de publicar o seu primeiro artigo você enviasse para que eu possa ler e te dar o meu feedback! Anota aí o meu e-mail: joanesjunior@dorcasmkt.com

 

SEGUNDO FUNDAMENTO: TER UM BOM SITE

Eu tenho certeza que a primeira pergunta que veio em sua mente é: Mas o que é um bom site?

Acertei?

Um bom site é aquele visto com bons olhos pelo Google. Um bom site, não significa que ele tenha um brilhante layout. Um bom site não significa ter milhares de imagens.

Um bom site possui 4 características básicas:

  1. Ser rápido;
  2. Promover uma ótima experiência ao usuário;
  3. Ser funcional;
  4. Ser objetivo;

Não é complicado!

Se você tem dúvidas em saber se o seu site é um “bom site” ou não, clique aqui, e nós vamos realizar uma análise gratuita do seu site e presença online.

Um bom site também precisa se construído corretamente, usando todos os padrões e diretrizes que o Google recomenda.

É claro que fica muito mais difícil para quem é leigo no assunto avaliar os pontos sobre um site bom ou ruim, porém algo que também influência bastante é o código fonte aplicado no desenvolvimento (programação).

 

TERCEIRO FUNDAMENTO: SERVIDOR

Se falar de programação talvez deu um nó na sua cabeça, imagina eu te falar também que o servidor aonde o seu site vai ficar também influência muito nos resultados do Google? Verdade!

O servidor nada mais é que um computador muito rápido que armazena os arquivos do seu site. O que determina se ele é rápido ou não, são estes 5 fatores:

  1. Componentes e arquitetura;
  2. Sistema Operacional;
  3. Link de Internet;
  4. País onde ele está instalado;
  5. Capacidade de armazenamento;

Não estou me referindo a um servidor dedicado. Que seria uma máquina apenas para o seu site. Estou cotando um exemplo de um servidor comum.

Você pode escolher sim um bom servidor sem entender absolutamente nada disso. Siga estes 03 passos:

  1. Nesse ramo, o barato sai caro. Desconfie de preços baixos demais. Não existe servidor bom por R$ 7,00 por mês.
  2. Escolha por indicação. Pergunte a amigos e parentes que possuem site, onde eles hospedam e se já tiveram problemas.
  3. Agora aqui é o teste prático. Clique aqui, para acessar o site GTMETRIX. Através deste site vamos medir a velocidade do servidor. Então, depois que você escolher pelo menos três empresas, copie o link do site desta empresa e cole no GTMETRIX e prossiga. Verifique que o sistema lhe fornece uma nota em letra. Anote a primeira nota. Você fará uma ótima escolha, quando optar por contratar a empresa com a nota mais próxima da letra A.

 

img-claudio-video

Descubra Os 5 Passos Para Aumentar Suas Vendas Usando a Internet

 

CONCLUSÃO

Ter seu site nos resultados orgânicos do Google pode ser uma tarefa não tão fácil, mas que lhe traz muitos resultados, e o melhor, sem custo!

Siga atentamente cada passo, este artigo vai estar aqui te esperando sempre que precisar relembrar, visualize quantas vezes for necessário.

Eu estou aqui se você precisar de qualquer coisa.

Deixe seu comentário abaixo se este artigo lhe ajudou!

Grande abraço!

 

Joanes Junior

Eu indico você ler também:

Compartilhe
Share On Twitter
Share On Linkdin
Share On Youtube

Deixe um Comentário Sobre este artigo!